contador

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

rurouni kenshin o guerreiro battousai


e este o rurouni kenshin o retalhador a historia dele e muito interessante leiam
O protagonista da série. Na época do Bakumatsu era o terrível samurai O Retalhador Battousai (Himura Kenshin). Com a chegada da Era Meiji, transforma-se em um andarilho errante, vagando pelo Japão, portando uma Sakabatou (espada de lâmina invertida) e carregado a promessa de nunca mais matar. Seu nome de batismo era Shinta (Espirito Nobre) nasceu em 20 de junho de 1849. Aos seis anos foi vendido à mercadores de escravos logo após a morte dos seus pais, vitimados pela cólera. É resgatado e adotado por Seijuurou Hiko, que o rebatiza de Kenshin ("Espirito da espada") e passa a treiná-lo no estilo Hiten Mitsurugi Ryu de kenjutsu.
Aos 14 anos abandona o mestre para se juntar a uma facção monarquista de Choushuu, tornando-se um assassino sob ordens diretas de Kogorou Katsura, acreditando que uma nova era melhoraria a vida da população em geral. Durante esse período, passou a ser conhecido como Hitokiri Battousai por sua extrema habilidade na arte do battoujutsu. Kenshin permanece no cargo de assassino até o Kinmon no Hen (Guerra dos portões da cidade proibida), quando o alto comando da Ishin Shishi é obrigado a fazer uma retirada estratégica. O jovem Battousai muda-se para um vilarejo nos arredores de Kyoto onde permanece por cinco meses. Nesse período contrai matrimônio com Tomoe Yukishiro. O casamento dura até dezembro de 1864, quando Kenshin mata Tomoe acidentalmente durante uma emboscada armada por ninjas ligados ao Xogunato. Após a morte da esposa, Battousai retorna aos campos de batalha, saindo das sombra e lutando na frente de batalha em Kyoto, enfrentando por muitas vezes os membros da Shinsengumi. O lendário assassino monarquista foi visto pela última vez durante as batalhas de Toba e Fushimi, as primeiras da Guerra Boshin (que marcou o fim do Xogunato). Pouco depois de sair do campo de batalha, ganha uma sakabatou de Shakku Arai, famoso forjador de espadas. Kenshin abandona a alcunha de Battousai e passa a vagar pelo Japão até o ano 11 da era Meiji (1878), quando se instala no dojo de Kenjutsu de Kaoru Kamiya, com quem se casaria anos depois.Tiveram um filho chamado Kenji,este sendo um garotinho rebelde que vivia em atrito com as crianças da vizinhança.
As bases para a criação do protagonista de Rurouni Kenshin foram extraídas das biografias de Gensai Kawakami, um hitokiri verdadeiro considerado um dos quatro principais retalhadores do Bakumatsu. Kawakami, mestre no estilo de kenjutsu Shiranui Ryuu (Fogo Fátuo) era descrito como magro, de baixa estatura e gentil o suficiente para ser confundido com uma mulher. Foi executado pelo governo Meiji em 1871.
Kaoru Kamiya - (神谷 薫) Líder do dojo Kamiya e mestra substituta do Kamiya Kashin Ryuu. A jovem shihandai (mestra substituta) nasceu em junho de 1862, na província de Chiba. Trabalhando sob a filosofia “Katsu jin Ken” (Espada para a vida) a “Miss Kenjutsu” leciona seu estilo marcial no dojo que pertence a sua família. Perdeu a mãe ainda criança e seu pai, mestre no estilo, morreu durante a Guerra Seinan (1877). É de personalidade gentil, afável, mas muito rígida quanto aos treinamentos. No ano 11 da era Meiji (1878) após o caso dos irmãos Hiruma, Kaoru passa abrigar o lendário hitokiri Kenshin “Battousai” Himura em seu dojo. Pouco depois, adota Yahiko Miyoujin como discípulo. Alguns anos depois casa-se com Kenshin, tendo um filho com ele, batizado de Kenji.
Segundo o autor, as influências para a criação personalidade de Kaoru Kamiya foram Sanako Chiba (a “namorada de Ryouma Sakamoto”) e Fuyu Sasaki, que aparece no livro Kenkaku Shoubai de Shoutaro Ikenami.
Sanosuke Sagara (相楽佐之助) O melhor amigo do Kenshin foi ex-membro júnior do Sekihoutai, um exército formado por camponeses, liderados por Souzou Sagara. Aos sete anos abandou a família para se juntar ao grupo. No final do Bakumatsu, acompanha a traumática dissolução do grupo, por ordem governamental, sob a acusação de ser um falso exército imperial e por propagar mentiras sobre o novo governo. O líder Souzou foi decapitado, o que era considerada a mais desonrosa forma de execução no Japão. Sanosuke adota o sobrenome Sagara e a inscrição do "mal" nas costas e passa a vagar pelo Japão como lutador de aluguel, "comprando brigas" para quem estivesse disposto a pagar, sempre carregando um profundo sentimento de ódio contra os monarquistas. Por um período ficou conhecido como Zanza ou "Amigo da Zanbatou". Passa a integrar o "grupo Kenshin" após ser derrotado por ele, nos primeiros capitulos da série.
O personagem foi baseado em uma pessoa real, Sanosuke Harada, lider de um dos batalhões do Shinsengumi. A jornada de Sanosuke Sagara pela Ásia continental é uma referência há algumas lendas sobre Sanosuke Harada, que teria sobrevivido ao Bakumatsu e viajado pela região.
Yahiko Myoujin - (明神 弥彦) Descendente de uma família de samurais, o jovem Yahiko é descrito como mal educado e boca suja, mas de personalidade reta. Perdeu seus pais quando pequeno e desde então passou a trabalhar para mafiosos como trombadinha. Foi resgatado por Kenshin e desde então treina no Dojo Kamiya no estilo Kamiya Kasshin. Volta e meia tem alguma briga com Kaoru, a qual chama de "feiosa". Ao final da série, assume a Sakabatou de Kenshin e o "Mal" nas costas de Sanosuke.Vive brigando com o pequeno filho de Kenshin(Kenji).
Segundo o autor, não houve bases para a criação do personagem, apenas o seu espírito juvenil durante o periodo em que praticou Kendo na escola (esporte em que confessa ser medíocre).
Megumi Takani (高荷 恵) - Médica descendente de uma conceituada família de "Goten-I" (médico palacial) da região de Aizu. Durante a Guerra de Aizu (1868), membros da família Takani foram enviados para o campo de batalha para tratar dos feridos. Ryuusei, patrono da família e pai da Megumi, morreu em batalha. A mãe e os irmãos de Megumi desapareceram. Deixada para trás, Megumisignearly permaneceu sozinha por algum tempo até arrumar emprego como assistente de um médico, sem saber que ele trabalhava para o traficante Kanryuu Takeda como fabricante de ópio. Durante uma discussão, o médico foi morto por Kanryuu e Megumi teve de assumir a função de fabricar a droga, até que Kenshin e seus amigos a resgatam. Desde então passou a trabalhar como médica no consultório do doutor Oguni em Tóquio.No final,se muda para Kyoto,onde funda sua própria clínica em que atende a população carente.
Seu traço foi baseado em Young Ba-tchan, personagem de Cyborg Jichan G, de Takeshi Obata.
Seijuurou Hiko (比古 清)- "Confiança que beira o absurdo", assim pode ser definido o 13º e atual representante do Hiten Mitsurugi Ryuu, Seijuurou Hiko. Vivendo nas montanhas próximas a Kyoto, o mestre de Kenshin disfarça-se com o nome de Kakunoshin Niitsu e ganha a vida como oleiro. Hiko nasceu na região de Kyoto em outubro de 1836. Adota o jovem Shinta (rebatizado de Kenshin) em 1859, mas divergências sobre as batalhas do final do Bakumatsu causam separação entre mestre e discípulo. A relação só voltaria a ser reatada durante a batalha de Kyoto quando o "discípulo tolo" vai implorar para que Hiko ensine o “Ougi” (técnica secreta) do estilo Hiten Mitsurugi.É considerado pelo próprio autor como o personagem mais forte de Rurouni Kenshin.
Segundo Watsuki, não houve bases para a personalidade de Hiko, apenas a imagem que a palavra "mestre" lhe evocou. Já as bases visuais foram do personagem Hiken Majin, da série Arabian Lamp Lamp, de Takeshi Obata. O visual da capa foi inspirado no Spawn. Ainda de acordo com o autor, é o personagem mais forte da série e funciona como uma espécie de "coringa". Por conta disso aparece pouco na série. Derrotou o gigante Fuji com um só golpe e é "apreciador" frequente de sake.
[editar] Inimigos
Jin-E Udou, o Chapéu Negro (ou Kurogasaep. 6 e 7) - Do estilo Nikaidou Heihou, Jin-E foi o primeiro grande inimigo que Kenshin enfrentou na série. Tem uma técnica chamada Shin no Ippou ("Espírito Unilateral"), uma técnica real, que consiste de uma energia disparada de seus olhos, paralisando seus adversários. Depois do encontro com Kenshin na mansão do senhor Tani, seqüestra Kaoru com o intuito de deixar Kenshin furioso e assim fazer com que volte a ser Battousai, o que consegue no meio do segundo confronto. Depois de ter seu braço inutilizado pelo Battoujutsu de Kenshin, se suicida. Por trás dele estava o político Shibumi, o que é descoberto na saga de Saitou.
Raijuuta Isurugi (ep.19-21) - Do estilo Shinko, Raijuuta pretendia no mangá reunificar todos os estilos de Kenjutsu, já que acreditava que o Kenjutsu estava decadente e achava o Kenjutsu com shinai vergonhoso. Já no anime pretendia conquistar o Japão junto com um grupo de samurais. Tinha como "discípulo" o garoto Youtarou Tsukayama. Na verdade, Raijuuta o utilizou para arrecadar fundos para seus projetos, tanto no anime quanto no mangá.
Hajime Saitou (ep.28-62) - Ex-capitão da teceira divisão do Shinsengumi e rival de longa data de Kenshin (com quem lutou várias vezes no passado). Antes da saga de Kyoto trava uma luta mortal contra Kenshin, porém nas lutas contra Shishio e Enishi luta ao seu lado. Usa como técnica o Gatotsu (perfuração da presa). Tem como filosofia o Aku Soku Zan(o mal imediatamente eliminado). Baseado em uma figura real da história japonesa.
Akamatsu (ep.28-30) - Assassino a serviço de Shibumi e antigo companheiro de Jin-E Udou. Tem um ataque especial com correntes. Após lutar e perder para Kenshin, foi morto por Saitou junto com Shibumi. Personagem baseado no Ômega Vermelho (Omega Red), vilão das revistas dos X-Men.
Shibumi (ep.28-30) - A pessoa por trás de Jin-E Udou. Além dele, Akamatsu também o servia como assassino. Foi morto por Saitou junto com Akamatsu.
[editar] Oniwabanshuu
Aoshi Shinomori - Líder (okashira) da Oniwabanshuu, posto do qual foi nomeado por Okina. De início é hostil a Kenshin, porém, depois de perder 2 vezes em combate, passa a ser um aliado. Casa-se com Misao.
Hannya (ep.8-11) - membro da Oniwabanshuu, Hannya desfigurou seu próprio rosto só para se tornar um espião. Desde então passa a usar uma máscara. Perde para Kenshin e é assasinado pela Gatling de Kanryuu Takeda.
Shikijou (ep.9-11) - Na época do Bakumatsu, Shikijou lutou contra Aoshi e perdeu a luta, tendo ganho todas as cicatrizes que tem. Porém, Aoshi o acolhe como membro da Oniwabanshuu e após tomar um remédio secreto do grupo, Shikijou ganha um físico muito avantajado.Perde para Sanosuke e também é metralhado pela Gatling como todos os seus companheiros,exceto Aoshi que escapou.
Beshimi (ep.8-11) - O baixinho da Oniwabanshuu. Tem a habilidade de disparar dardos venenosos de suas mãos.
Hyottoko (ep.9-11) - O gordão da Oniwabanshuu, têm a capacidade de disparar fogo de sua boca. Foi inspirado no Hulk. Seu nome significa "Bufão", mas também é um trocadilho, podendo significar "homem do fogo".
Kanryuu Takeda (ep.8-11) - Ganancioso ao extremo, forçava Megumi a fabricar ópio e assim ganhar muito dinheiro com o tráfico da droga, ambicionando ser também um poderoso traficante de armas. Tinha Aoshi e a Oniwabanshuu de Edo como guarda-costas.
Okina - Líder da Oniwabanshuu de Kyoto antes da traição de Aoshi. A despeito de sua avançada idade, é um lutador formidável com suas tonfas de aço. Tenta impedir Aoshi, mas perde e fica à beira da morte. É dono do restaurante Aoiya, abrigo de integrantes da Oniwabanshuu.
Misao Makimachi - A mais nova das integrantes da Oniwabanshuu, foi deixada ainda pequena por Aoshi (cujo antecessor como okashira era avô dela) aos cuidados de Okina. De personalidade alegre e ativa, se encontra com Kenshin durante sua ida a Kyoto. Está a procura de Aoshi, por quem é apaixonada, e seus amigos da Oniwabanshuu. Após a traição de Aoshi, assume a liderança do grupo. Junto com Aoshi, tem grande participação durante a saga da vigança dos homens (Jinchuu). Usa kunais como armas.Se casa com o seu amado Aoshi.
Shiro, Kuro, Okon, Omasu: Integrantes de Oniwabanshuu, auxaliares de Okina. Trabalham no Aoiya.
[editar] Shishio e o Juppongatana (as Dez Espadas)
Makoto Shishio (ep.33-61) - Há um consenso entre os fãs de que Makoto Shishio é o maior vilão de Rurouni Kenshin. Shishio foi recrutado como hitokiri logo após Battousai abandonar o posto para atuar nas frentes de batalha em Kyoto. A primeira missão de Makoto foi assassinar Iizuka, o grande traidor dos ishin shishi e um dos responsáveis diretos pela morte de Tomoe Himura. No final do Bakumatsu, a liderança monarquista, temendo a sede de poder de Shishio, que sabia de muitos segredos a respeito dos monarquistas, realiza uma emboscada contra ele, em uma verdadeira operação de queima de arquivo. Gravemente ferido, Shishio tem o corpo queimado pelos monarquistas, mas sobrevive aos ferimentos.
Jurando vingança, vagou pelo Japão arregimentando um exército e aliados poderosos que formariam o seu esquadrão de elite, a Juppongatana (as Dez Katanas). Shishio é de reconhecida inteligência, meticuloso, grande estrategista e hábil na arte da espada, rivalizando com Kenshin e Hajime Saitou. Age de acordo com "A lei do mais forte", que acredita reger o mundo. O fogo que causou queimaduras que cobrem quase cem por cento do seu corpo eliminaram as suas glândulas sudoríparas, transformando Shishio em um forno vivo. E por não ter meios de eliminar o calor do próprio corpo, Shishio não pode lutar mais do que 15 minutos, caso contrário poderia entrar em combustão espontânea. O que realmente aconteceu.
Yumi Komagata, a "Dama da Noite" (ep.33-61) - A amante de Shishio. Ex-gueixa, teve sua vida arruinada com o incidente do navio Maria Luz e por conta disso despreza o governo Meiji. Ela acaba sendo morta por Shishio, que a utilizou como escudo na batalha final contra Kenshin.
Houji Sadojima, o "Conhecimento Ilimitado" (ep.39-61) - O conselheiro de Shishio. Trajando um terno verde, carrega consigo uma espingarda. Fora funcionário do governo Meiji, porém se desencantou com os políticos, achando-os incapazes. Após alguns anos na miséria, se juntou a Shishio, ajudando-o na área logística e estratégica. Foi dele a idéia de distrair a polícia com o grande incêndio Kyoto e atacar o Aoiya com Kamatari, Iwanbou, Hennya, Fuji e Saizuchi. Após a derrota de Shishio, se entrega à polícia querendo ser julgado para revelar a verdade sobre a guerra e a necessidade de se adotar a política do mais forte. Porém, isso lhe foi negado e depois de um tempo se suicida, se juntando a seu mestre no inferno.
Soujirou Seta, o "Espada Celestial" (ep.31-62) - Filho bastardo de um comerciante, Soujirou foi integrado à família de seu pai biológico ainda jovem. Por não ser um filho legítimo, Soujirou sempre foi tratado com muita violência pelos irmãos, o que se intensificou com a morte do patrono da familia. Nessa época, Soujirou desenvolveu a estratégia de sorrir o tempo todo, escondendo seus verdadeiros sentimentos, já que situações de choro ou desafio incitavam mais violência por parte dos seus irmãos. Por um acaso do destino, cruza com Makoto Shishio, que estava fugindo da polícia da era Meiji. Shishio decidi poupar Soujirou ao vê-lo sorrindo diante dele, pedindo em troca alimentação e abrigo secreto, ficando por um período no armazém da familia de Soujirou.
Alimentado e abastecido com bandagens por Soujirou, Shishio dá dois presentes ao garoto, uma Kodachi (espada curta) e o ensinamento sobre a sobrevivência do mais forte. Os dois ensinamentos foram postos à prova quando a família Seta, ao descobrir que Soujirou está abrigando um criminoso procurado, decide matá-lo. Em um ato desesperado, o jovem mata todos os membros da família e toma Shishio como seu mestre. A habilidade de esconder seus sentimentos, aliados a sua velocidade e agilidade o fizeram alcançar a técnica da Espada Celestial. Soujirou se torna responsável pelo assassinato do ministro Toshimichi Okubo. Foi baseado em um personagem real, Souji Okita, um dos comandantes da Shinsengumi. Soujirou é o causador da quebra da espada de Kenshin na primeira luta entre ambos, mas é derrotado por ele posteriormente. No final, ele passa a viver uma vida de andarilho.
Anji Yukyuuzan, o "Deus da Destruição" - O monge do Juppongatana. Antes de se juntar a Shishio, vivia em um monastério com crianças órfãs. Sofre as consequências do decreto imperial que definiu o Xintoísmo como religião oficial do Japão. Moradores locais, ansiosos por benefícios do governo Meiji, incendeiam o mosteiro de Anji, matando as crianças junto. Anji sobrevive jurando vingança. Desenvolve o Futae no Kiwami (Duplo Extremo), técnica com a qual pretende salvar o mundo e que ensinou a Sanosuke quando este se dirigia à Kyoto para ajudar Kenshin. Anji acaba posteriormente lutando contra Sanosuke, sendo ao término da saga e preso e condenado a uma grande pena na prisão.
Usui Uonuma, o "Espada Cega" - Conhecido como Espada Cega (Espada sem luz na versão brasileira do mangá), é um dos principais assassinos do Juppongatana. Era um agente do Xogunato incubido de matar retalhadores, mas é derrotado por Shishio, que arrancou seus olhos. Durante o período de recuperação, descobre sua incrível capacidade auditiva, o que o permite descobrir os movimentos do adversário. Aliando sua técnica de espada e sua capacidade auditiva, cria a técnica Olho do Coração (Olho da Mente na versão brasileira do mangá). Passa a integrar as fileiras da Juppongatana, pois chega a conclusão de que não é capaz de matar Shishio, mas para manter as aparências mantém-se o tempo todo atentando contra a vida dele. Morre pelas mãos de Hajime Saitou. Segundo Watsuki, a idéia de um personagem cego com grande capacidade auditiva surgiu a partir de sugestões de seus assistentes. Seu desenho foi inspirado no Taopaipai, de Dragon Ball.
Chou Sawagejou, o "Colecionador de Espadas" - Natural de Osaka, Chou é conhecido como O Colecionador de Espadas e tem uma grande variedade de ataques. Depois de derrotado por Kenshin, foi preso, mas depois passa a trabalhar como espião para Saitou.No anime,chega a lutar com Shougo Amakusa,usando seu Hakujin no Tachi,mas é derrotado facilmente.Sua última aparição foi afirmando que Shougo Amakusa era mais forte do que Kenshin. Na versão japonesa, Chou tem forte sotaque da região de Osaka, intraduzível para o português.
Kariwa Hennya, o "Voador Alado" - O voador alado do Juppongatana, criou uma técnica que o permite levantar vôo e planar, sendo muito magro. Do alto, dispara explosivos. Livremente baseado no Batman, depois que acabou a guerra contra Shishio e derrotado por Yahiko, ele foi trabalhar para a Marinha, patrulhando a costa do Japão e também espionando terras estrangeiras.
Kamatari Honjou, a "Grande Foice" - Personagem travesti, Kamatari é apaixonado por Shishio, porém este já tem seu coração ocupado por Yumi. Carrega consigo uma foice de 30 quilos. O nome do personagem é um trocadilho entre "travesti" e "grade foice", intraduzível para o português. Depois que soube que Shishio foi morto, queria morrer, mas encontra um motivo para viver quando Chou, em uma visita, o informa que Shishio gostaria que, caso fosse derrotado, seus súditos se dedicassem a espalhar a verdade dos fatos (o que era mentira). Kamatari passa a espionar para o governo, disfarçando-se de estudante no estrangeiro.
Saizuchi, a "Armada da Destruição (verso)" - Velho, baixinho e tagarela, Saizuchi acompanha Fuji em suas missões. Carrega consigo um cajado de madeira. Consegue um acordo com o governo após a derrota do Juppon Gatana, tornando-se diplomata.
Fuji, a "Armada da Destruição (frente)" - Companheiro de Saizuchi, Fuji é gigantesco e carrega consigo uma imensa foice, além de usar uma armadura. Sua armadura foi baseada na unidade 02 de Evangelion, sendo derrotado por Seijuurou Hiko. Outro que fez acordo com o governo, passando a trabalhar nas plantações na ilha de Hokkaido.
Iwanbou, o "Demônio Gordo" - Com cara de estúpido e gordo, fez parte do Juppongatana. Porém, na verdade, é uma máquina de Gein, o qual criou mais 2 versões dele. Muito provavelmente esteve na luta contra Shishio para coletar informações sobre o grupo de Kenshin, acabando por fugir após a derrota do grupo que foi atacar o Aoiya, antes que Saizuchi e Fuji chegassem.Morreu pelas mãos de seu criador,já que não possuia mais nenhuma serventia para ele(Gein)em Nagoya.
[editar] Personagens da saga Jinchuu (ausente do anime)
Tomoe Himura (Yukishiro) - Tomoe buscava secretamente vingança contra Kenshin quando soube que este havia matado seu noivo, Akira Kyosato. Ela entre na vida de Kenshin para espioná-lo para um grupo de ninjas pró-xogunato, o Yaminobu. Tomoe e Kenshin se casaram para que ele pudesse afastar-se por um tempo da guerra (estava sendo caçado) e fugir sem despertar muitas suspeitas. Com o tempo, o que era um casamento arranjado acaba virando amor recíproco....E no final Tomoe é acidentalmente morta por Kenshin, ao protegê-lo de um ataque. Tomoe teve como base de inspiração Yui Ikari, personagem da série Neon Genesis Evangelion.
Enishi Yukishiro - Irmão mais novo de Tomoe, odeia Kenshin, inicialmente por ele ter matado Akira Kyosato - noivo de Tomoe - e depois por ter matado sua querida irmã, que o criou como mãe. Viveu durante muito tempo em Xangai como traficante de armas, aonde aprendeu um estilo de espada chinês, o Wattoujutsu. Volta ao Japão para se vingar de Kenshin. Sua intenção era de fazer com que Kenshin primeiro sentisse na pele a sensação de perder a pessoa que lhe é mais querida para depois matá-lo.Vence Kenshin num primeiro combate,mas depois é derrotado pelo mesmo.Depois disso,se arrepende de seus atos e sai pelo mundo como um andarilho.
Tatsumi - Líder do Yaminobu, mestre de Banjin Inoue. Foi morto por Kenshin junto com Tomoe.
Gein - Descendente de uma família de artistas que remonta à Idade Média. Criou os modelos Iwanbou 1, 2 e 3(depois os matou) e o falso cadáver de Kaoru.Era um velho inteligente,mas com poucas técnicas de luta.Morreu em luta contra Aoshi.
Hyouko Otowa - Especialista em Anch'is, têm um visual andrógino. Também utiliza a Espada Bishamon. Quer se vingar de Kenshin por ter matado um amigo seu chamado Nakajou, um dos ninjas do grupo pró-xogunato.Porém,seu principal objetivo ao se juntar a Enishi era subir na vida,caso seu líder dominasse o Japão.
Mumyoui Yatsumi - Fez parte do Yaminobu na época do Bakumatsu e quer se vingar de Kenshin por ter visto seu corpo alongado, segredo de sua família. Porém, foi derrotado por Saitou. Foi inspirado no Venom, da série Homem-Aranha.
Hyougo Kujiranami - Em um confronto com Kenshin no Bakumatsu, perdeu seu braço direito, no qual implantou um Canhão Armstrong, com o qual destrói o restaurante Akabeko. Após ser derrotado na luta no Dojo Kamiya, é preso, porém volta ao ouvir novamente o nome de Kenshin. Quase matou Yahiko, mas Kenshin novamente o derrotou, além de ter arrancado de seu braço a arma. Após sua segunda derrota volta ao normal e se rende. Sua aparência foi baseada em Apocalypse, da série X-Men.
Banjin Inoue - Quer se vingar de Kenshin por ter matado seu mestre. Do estilo Muteki, utiliza dois braceletes. Muito convencido, perde para Sanosuke,apesar de tê-lo deixado gravemente ferido.Morreu depois da luta tendo seu corpo queimado por Wu.
Wu Heixing - Companheiro de Enishi na máfia de armas de Xangai, é o número 2 da organização de ambos. Cuida da parte administrativa e burocrática da organização, auxiliando Enishi na vingança deste, sendo prometido-lhe em troca o posto de novo líder da máfia. Tem como guarda-costas os Si Xing - quatro lutadores com técnicas que remetem aos quatro animais que protegeriam a Cidade Proibida.Depois da derrota de Enishi,foge para a China.
[editar] Personagens da saga dos Cristãos (exclusivos do anime)
Shogo Amakusa - Discípulo de Ryoi Nishida, é o líder da comunidade cristã de Shimabara. Tal como Kenshin, seu estilo de espada é o Hiten Mitsurugi. É tido como o filho de Deus, desejando vingança contra a repressão aos japoneses cristãos. Foi capaz de cegar Kenshin. Inspirado em Amakusa Shirõ Tokisada, figura histórica japonesa do século XVII.Ao perder para Kenshin,desiste de seu plano inicial e passa a cristianizar pessoas pelo mundo afora.
Sayo Amakusa - A irmã de Shogo Amakusa. Sofre de tuberculose, da qual seu irmão não pode curar. Ela e Sanosuke acabam se apaixonando, mas a moça acaba morrendo nos braços dele.
Shozo Rorenzo - Leal serviçal de Sayo (por quem nutre um amor platônico) e Shogo, depois que ambos o acolheram quando este foi espancado por bandidos.Foi derrotado por Sanosuke e seguiu com Shogo em sua nova jornada.
Cardeal Kaiyou - Cardeal corrupto que pretende utilizar em seu favor os problemas da vila de Shimabara.
Doutor Lesten - Embaixador da Holanda no Japão. É amigo pessoal de Kenshin.
Ryoi Nishida - Antigo concorrente de Seijuurou Hiko para a posto de 13º mestre do estilo Hiten Mitsurugi e mestre de Shogo Amakusa, que o cegou. Porém pouco antes de morrer, vendo no que seu discípulo virou, pede para que Kenshin o detenha.
Sheemom - queria fazer um plano para matar Shogo Amakusa e ganhar posse de Shimabara, mas seu plano não deu certo porque Shozo acabou o matando.
[editar] Cavaleiros Negros e o clã Sanada (exclusivos do anime)
Mel Therz - Chefe dos cavaleiros negros. Objetiva através de um elixir sagrado, descoberto por um amigo de Kaoru, dominar o mundo inteiro.Morre queimado pelas próprias chamas que causou na luta contra Kenshin.
Lenz - Segundo na hierarquia dos cavaleiros negros.Volta para a Alemanha depois da morte de Mel e se torna mercenário.
Schneider - Terceiro na hierarquia dos cavaleiros negros. Se apaixona por Misanagi e por conta disso entra em atrito com seu chefe.Casa-se com sua amada no final das contas.
Misanagi - Ninja líder do clã Sanada. Faz uma aliança com Mel Therz e os cavaleiros negros para juntos dominarem o mundo. Porém, no final, é traída e quase morta. Se apaixona por Schneider com quem se casa.]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário